sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Joker - um coringa no ar


Na manhã desta sexta-feira, 30 de setembro de 2016, entre às 07:20h e 07:53h,  o 2° Esquadrão do 5° Grupo de Aviação (2º/5º GAv), o Esquadrão Joker, realizou um voo com 12 (doze) das suas aeronaves A-29B, Super Tucano, sobre a Grande Natal.


O Esquadrão Joker, segundo podemos levantar, realizou este vôo em comemoração ao seu 63º aniversário. O 2º/5º GAv tem sua origem no 3º/1º Grupo de Aviação de Caça e foi Ativado pelo Aviso nº 39 de 17 de setembro de 1953.

"Em 20 de outubro de 1980, a Portaria 310/GM3 reativa o 5º G.Av. com os seus Esquadrões e, a partir de 1 de janeiro de 1981, o 2º/5º G.Av. é reativado com o efetivo do Esquadrão Joker, tendo por missão ministrar instrução básica de AT-26.

Em 1982, em integração com o 1º/4º GAv, o 2º/5º GAv. é preparado para reassumir sua missão de formar os Caçadores da FAB.

Em 1983, o 2º/5º GAv volta a ser Unidade de Caça, incorporando e herdando todas as tradições trazidas de Santa Cruz e consolidadas em Natal por "Pacaus e "Setas"".
(ABRA-PC - Associação Brasileira de Pilotos de Caça)

O 2º/5º GAv foi transformado em Unidade de Caça a partir de 1983, ocasião que voltou a utilizar o antigo emblema do “s... ch... chega!”, mantendo o código-rádio Joker herdado do 1º EIA do CATRE. A Unidade operou com os AT-26 Xavante até o dia 1º de dezembro de 2004. Até essa data, os Xavantes voaram mais de 250.000 horas, formando cerca de 700 pilotos de combate, sendo transferidos para o 1º/4º GAv, também baseado em Natal.

"Os Xavantes foram substituídos pelos Embraer A-29A/B Super Tucano, que começaram a operar na FAB pelo Esquadrão Joker. A Unidade, além de formar os novos pilotos de caça, também teve a incumbência de irradiar a doutrina, formar os pilotos e passar a experiência de operação e da implantação do novo aparelho para as Unidades do 3º Grupo de Aviação. À partir de 2010, os A-29A foram repassados para essas Unidades, permanecendo em uso apenas os Super Tucanos biplaces."
(Cel.Av.R1 Aparecido Camazano Alamino - Historiador Aeronáutico)




























O Esquadrão Joker é subordinado operacionalmente à Primeira Força Aérea (I FAE) e tem como missão especializar novos pilotos na Aviação de Caça para a Força Aérea Brasileira. 

Fontes: FAB, ABRA-PC e Cel.Av.R1 Aparecido Camazano Alamino
Fotos: Geovanne Pinheiro

0 comentários:

Postar um comentário

Marcadores

Scroll To Top